Segunda-feira, 3 de Março de 2008

Desculpas

 

Espero que

Ninguém leve a mal

Aquilo que escrevo

Para o pessoal

Apesar de não mostrar

Podem ficar a saber

E podem não gostar

Do que estão a ler.

É inocente o que escrevo

Pelo menos penso eu

Se não for

É erro meu.

Peço desculpa

Se exagero

Se abuso

Não é isso que quero.

Só que quando escrevo

Custa a parar

É como quando falo

Também custa a calar.

Às vezes

Não tenho noção

Se o que escrevo

É profundo ou não.

É algo que surge

Que é natural

Só espero

Que ninguém leve a mal.


5.12.2007

By:Esfol@

sinto-me: embaraçada
publicado por esfolinh@ às 16:45
link do post | comentar | favorito

Ao Dr Carlos

 
O Dr. Carlos
Nos salvou
Quando as caloiras perdidas
Ele encontrou.
Tem pouca memória
Ou não quer lembrar
Da caloira Rita
Nem para praxar.
Talvez seja
Do jantar
De muito beber
Ou de pouco falar
Tou a brincar
Ninguém bebeu demais
Se bebeu eu não digo
Se não ainda me castigais
Falar dos jantares
Sai muito caro
E se começar
Não paro.
Depois sofremos
E somos praxadas
E o nosso remédio
É ficar caladas.

3.12.2007
By:Esfol@

sinto-me: perdida
publicado por esfolinh@ às 16:44
link do post | comentar | favorito

Do Jantar à praxe

 
Graças à Rita
Se enterrar
O Dr. Álvaro
Temos de aturar
Ele é fixe
Mas não perdoa
E assim,
A praxe é boa.
Será que é boa
Será que é má
Se a Rita ficar vermelha
É boa já!
Nunca sabemos
Se fala a sério
Ou a brincar
Manda-nos dar uma volta
E ficamos a olhar.
Olhar para o vazio
A imaginar
O que aconteceu
Naquele jantar...

3.12.2007
By:Esfol@


sinto-me:
publicado por esfolinh@ às 16:41
link do post | comentar | favorito

Pela Rua de Cedofeita

 
O nome confundes
E Álvaro chamas
A todos que passam
Tu aclamas.
O nome Álvaro
Ficou gravado
Na cabeça
De lado para lado
Porque o trauma
Foi parcial
Graças à Elisabete
Foi degredo total
Ele é fixe
Até aí tudo bem
Mas fico a pensar
Que será que ele tem.
É dos doutores
Que mais gostamos
É porreirinho
E adoramos.
Álvaro e André
Que dupla espantosa
De ter doutores assim
Ta ela e eu orgulhosa.
Sóbrio ou não
És doutor
Convém que sejas
Respeitador
De capa preta
Impões respeito (ou não)
Arranjas assim
Caloiros de jeito (ou não)
Acho que vou acabar
Para asneiras não dizer
Senão ainda acabo
Por me arrepender.

3.12.2007
By:Esfol@
NOTA: este não é o original.. mas visto que este não pode ser divulgado aqui fica um semelhante
sinto-me:
publicado por esfolinh@ às 16:39
link do post | comentar | favorito

Ao Dr. Álvaro

 
O Álvaro é fixe
E muito curtido
É um doutor
Provavelmente amigo.
É mau para mim
Já me pôs de quatro
Pelo menos não me mandou
Limpar o sapato
Elisabete e Rita
Caloiras perdidas
Gostam da praxe
E são destemidas
Doutores divertidos
Só de farmácia
São porreiros
E com audácia
Sempre na brinca
Não levar nada a mal
Este é o lema
Do pessoal.
Prometemos
Guardar segredos
Dos jantares
E de todo o degredo.

30.11.2007
by:Esfol@
sinto-me:
publicado por esfolinh@ às 16:32
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Situação da praxe

. A Rita quer ser praxada.....

. À Beta

. In Kim

. Grande concerto!

. Uma Aposta

. O meu Padrinho

. Prima do elástico

. Ao Dr. André

. Mata & Esfola 4 Ever

.arquivos

. Março 2011

. Março 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds